Sistêmica Organizacional

A Sistêmica Organizacional considera as organizações como sistemas vivos compostos por elementos que estão em constante movimento de troca e influência, na busca por desenvolvimento, equilíbrio e ordem.

Qualquer grupo ou organização desenvolve padrões, muitas vezes invisíveis, que movem os seus comportamentos, definem o seu foco de atenção e, consequentemente, afetam sua habilidade de atingir os resultados desejados.

O Trabalho Sistêmico e as Constelações Organizacionais atuam para revelar estas dinâmicas, encontrar forças e recursos não utilizados até o momento. Fornecem insights sobre as condições sob as quais pessoas e empresas podem prosperar, conduzindo para o encontro de opções, definição de novos passos e mudanças que podem ser implementadas imediatamente.

Como manter organizações saudáveis em um mundo tão complexo?

O que fazer quando soluções e métodos consagrados não trazem mais o resultado esperado?

Que outras ferramentas inovadoras poderiam maximizar os resultados?

Afinal, o que percebemos e o que não percebemos?


Se nosso de nível de consciência é baixo, nossa ação tende a ser instintiva, repetindo padrões antigos que muitas vezes já não nos servem mais.

Qual seria o ganho de ampliar a visão para considerar a dimensão sistêmica das organizações e da vida profissional e utilizá-la como um ponto de partida para a solução e prevenção de várias situações e resultados indesejados?

"Quanto maior a consciência do todo, mais a nossa ação beneficia esse todo."
Peter Senge

Desta forma, passamos a ver a organização como um sistema vivo, composto de elementos que interagem e buscam um equilíbrio produtivo. Um sistema que está em movimento contínuo e se recria o tempo todo – em uma grande teia de relacionamento.

Colaboradores, Missão, produtos, projetos, clientes, líderes, acionistas, fornecedores, todos eles fazem parte deste sistema complexo e é a soma da interação entre eles que vai gerar tanto possibilidades quanto limites.

Estas relações influenciam os comportamentos e sentimentos dos participantes, de maneira inconsciente. Entretanto, o efeito destas dinâmicas é visível através de sintomas saudáveis ou não, além de conflitos, alto turn over, baixo desempenho de equipes muito capacitadas, doenças nas equipes e muitos outros.

Quando identificarmos estas dinâmicas, nós poderemos atuar sobre elas e encontrar opções de ação que darão sustentabilidade não só para soluções de problemas, mas também para ciclos de crescimento e prosperidade, ou seja, ela fornece subsídios para a construção de novos cenários e resultados desejados.

Atualmente, esta abordagem é mundialmente utilizada em processos: de desenvolvimento de liderança e de inovação nas organizações, de consultorias, de coaching e em trabalhos de desenvolvimento humano e profissional.

Grandes empresas ao redor do mundo já a incorporaram e se beneficiaram de sua utilização nos seus trabalhos, tais como: Syngenta, ING-bank, IKEA, Bayer, Pfizer, Daimler-Chrysler, Caixa Econômica Federal e muitas outras além de Ministérios de Finanças e setores da agricultura de vários países.

A mudança é inevitável! A evolução é uma escolha!

Aplicações +


São diversas e numerosas as aplicações do Trabalho Sistêmico e das Constelações Organizacionais. Abaixo estão listadas algumas delas:

Para a empresa/organização


  • Desenho de cenários estratégicos;
  • Investigação de disfunção na estrutura da empresa;
  • Construção e reestruturação de organizações e áreas;
  • Diagnóstico em várias dimensões (estratégica, tática, operacional);
  • Estudo de fusão e aquisição (decisão e integração);
  • Análise de mercado e avaliação de marcas e produtos;
  • Busca de soluções;
  • Análise e planejamento de sucessão;
  • Gestão de projetos e equipes;
  • Gestão de conflitos;
  • Processos de Coaching e de desenvolvimento de equipes e líderes;
  • Identificação e readequação da cultura organizacional;
  • Diagnóstico de problemas de liderança;
  • Processos de recrutamento e seleção.


Para os indivíduos


  • Tomada de decisões de diversas naturezas;
  • Gestão de carreira;
  • Definição de formas de atuação;
  • Solução de conflitos nos relacionamentos;
  • Definição de papel e lugar mais adequados a uma determinada atuação;
  • Busca de equilíbrio entre a vida privada e profissional;
  • Desenvolvimento da autoliderança;
  • Identificação de interferências e obstáculos internos e externos;
  • Identificação e utilização de forças e recursos;
  • Processos de Coaching;
  • Identificação de propósito de vida.

    Agenda


 

2016

 

Workshop Sistêmico 25 de Jun
Workshop Sistêmico 09 de Jul
Módulo Fundamentos 09,10,23 e 24 de Jul
Módulo Coaching Sistêmico 18 a 21 de Ago
Workshop Sistêmico 20 de Ago
Workshop Sistêmico 17 de Set
Workshop Sistêmico 12 de Nov
Módulo Grupos e Times 12 a 15 de Nov
Módulo Exploração e Diagnóstico 09 a 11 de Dez